Prefeitura de Sorocaba indica "tratamento precoce", que infectologistas dizem ser ineficaz

O prefeito de Sorocaba ordenou a compra de R$ 57 mil em medicamentos que, segundo médicos infectologistas, não possuem eficácia contra a Covid-19. Esses medicamentos serão distribuídos nas UBS da cidade, informou o governo municipal. O prefeito Rodrigo Manga (Republicanos) usou uma portaria do Ministério da Saúde para justificar a compra.  A Sociedade Brasileira de Infectologia se pronunciou contra a recomendação de remédios para tratamento precoce pela ineficácia desses medicamentos e pela possibilidade de causarem efeitos colaterais.   Prefeitura de Sorocaba indica "tratamento precoce", que infectologistas dizem ser ineficaz / Twitter

Reinaldo

Entrevista: Carlos Nobre, pesquisador da Amazônia


     A pauta do meio ambiente voltou a ser obrigatória nas redações do país. O fato de Bolsonaro não dar a mínima para o tema e estar em constante atrito com a imprensa, leva o país, ou os jornalistas ao súbito interesse.
     Não que o assunto não mereça destaque, os devidos questionamentos ou atenção do governo e da mídia, mas acaba soando como uma preocupação artificial, ficando claro para leitores, ouvintes e telespectadores que tudo não passa de uma guerrinha de egos, entre imprensa e governo.

Comentários

Questão