Secretários de Saúde veem fracasso de Bolsonaro e Pazuello e também querem impeachment

Secretários estaduais de Saúde consideram que sucessivos vexames de Bolsonaro e Pazuello com as vacinas levaram a situação ao limite do suportável. Alguns gestores já apoiam pedido de impeachment do ocupante do Planalto.  Secretários de Saúde dizem ter chegado ao limite a paciência com o ministro Eduardo Pazuello e Jair Bolsonaro. Alguns falam que o único caminho daqui para frente é um pedido de impeachment do presidente.  Os gestores estaduais de Saúde não receberam nenhuma comunicação sobre o cancelamento da ida do avião brasileiro à Índia, após o fracasso das negociações feitas pelo próprio presidente com o governo indiano. Os secretários se queixam ainda de que não foram avisados sobre mudança no calendário de vacinação e veem o episódio como um vexame e um fracasso nacional.  Segundo o Painel da Folha de S.Paulo , gestores estaduais afirmam que o governo e o ministério estão completamente perdidos. Alguns deles só veem como solução para a tragédia sanitária o impeachment do presid

Reinaldo

São esperados pelo menos meio milhão de brasileiros para a posse de Jair Bolsonaro



A tomada de posse de Jair Bolsonaro está rodeada de um aparato de segurança ímpar. São esperadas meio milhão de pessoas em Brasília hoje. A Força Aérea tem ordem para abater qualquer aeronave que viole o espaço aéreo brasileiro.
12 chefes de Estado vão assistir à cerimônia, entre eles está confirmado o presidente português. Presenças também confirmadas de Benjamin Netanyahu, primeiro-ministro israelita, Viktor Orbán, chefe do governo da Hungria e o Secretário de Estado norte-americano, Mike Pompeo.
O presidente eleito será, ainda esta terça-feira, presidente de fato. A posse começa às 15h no horário de Brasília. Nas redes sociais, Bolsonaro já combinou encontro com todos os brasileiros no evento.

Comentários

Questão