Relatório do governo lista jornalistas e influenciadores que apoiam ou criticam Bolsonaro

O primeiro grupo é o mais numeroso, com 51 nomes. Os "favoráveis" da lista são 23. E os "neutros informativos", oito. A conta fecha em 82, e não 78, porque há um nome repetido num mesmo campo. Outros três nomes estão repetidos em dois campos. Do total, 44 são jornalistas. Cada nome é acompanhado de um comentário sobre o que a pessoa tem escrito nas redes sociais a respeito do governo e em especial de Paulo Guedes. Em oito casos, há o telefone celular do jornalista. Uma empresa de comunicação contratada pelo governo federal orienta como o órgão deveria lidar com um grupo de 81 jornalistas e "outros formadores de opinião" considerados influenciadores em redes sociais. A medida a ser tomada varia: "o monitoramento preventivo das publicações da influenciadora", o "envio de esclarecimentos para eventuais equívocos que ele publicar" ou mesmo "propor parceria para divulgar ações da Pasta". -------------------------

Reinaldo

Ex-assessor de Donald Trump, Roger Stone, é preso pelo FBI

Roger Stone detido em Fort Lauderdale. Stone é a ponte histórica entre Nixon e Trump. Era assessor do ex-presidente e foi um dos incriminados por Watergate. 
Quarenta e cinco anos depois, pode, incrivelmente, ser o responsável pela queda de um outro presidente.
A detenção de Stone, que foi assessor de #Trump na sua campanha eleitoral em 2016, acontece por ordem do procurador especial Robert Mueller.
Ex-assessor de Donald Trump, Roger Stone, é preso pelo FBI

Comentários

Questão