Juliette não esperava repercussão mas se divertiu com o pedido de tradução do Pokemón da Nintendo

Juliette colocou um ponto final no mistério e divulgou em Live no Instagram nesta quinta-feira (3) as datas e as cidades que devem receber os primeiros cinco shows de sua turnê, 'Caminhos' . As cidades escolhidas são do Nordeste e Sudeste do país, e já acontecem ainda neste de março. O local escolhido para o primeiro show, aquele que marca a estréia dela nos palcos acontece na cidade em que reside, o Rio de Janeiro, no dia 26 deste mês. João Pessoa, capital do estado natal de Juliette, Paraíba, também faz parte da rota da turnê no início de abril. Vitória, no Espírito Santo, e Recife, também terão shows da cantora. Muito se perguntou nas redes sociais após a divulgação sobre Campina Grande, apesar de Juliette não ter falado sobre isso, acreditamos que a Pitica deve estar reservando a cidade e o Parque do Povo para realizar o sonho de cantar no maior São João do mundo em Junho. Nas redes sociais, a paraibana celebrou o novo desafio, e convidou os fãs a conhecerem este “novo cami

Reinaldo

Entrevista cancelada mostra aos investidores que Bolsonaro não tem emocional pra lidar com pressões





A entrevista estava prevista para 13h (horário de Brasília), mas ninguém apareceu. Cerca de meia hora depois, a sala foi esvaziada sem maiores explicações. Segundo a Folha, o assessor da Presidência Tiago Pereira Gonçalves disse que o cancelamento foi causado pela "abordagem antiprofissional" da imprensa.
Outra assessora, no entanto, desmentiu a informação e disse que a decisão foi tomada porque o presidente está cansado por causa da agenda no fórum. O jornal diz que repórteres estrangeiros ficaram "estupefatos" com o cancelamento da coletiva. Jornalistas têm insistido para Bolsonaro se pronunciar sobre as movimentações financeiras de seu filho mais velho, o senador eleito Flávio.
Durante a manhã, em entrevista à Bloomberg, o presidente afirmou que Flávio "vai pagar" caso fique comprovado que tenha cometido alguma irregularidade.
Entrevista cancelada mostra aos investidores que Bolsonaro não tem emocional pra lidar com pressões

Comentários

Questão