Kassio Nunes Marques: Senado sabatina indicado de Bolsonaro para vaga no STF

O senador Elmano Férrer (Progressistas -PI) emprega em seu gabinete a mulher do desembargador Kassio Nunes Marques, mas diz não saber quais as funções que ela exerce, com salário de R$ 11,4 mil por mês. “Eu tenho mais de 30 (funcionários) lá. Não sei o que... Ela é economista, trabalha lá”, afirmou Férrer ao Estadão.  “Vocês estão querendo especular  umas coisas. Eu não trato dessas questões administrativas de servidores, de o que fazem."
Aliado do presidente Jair Bolsonaro, o senador trocou o Podemos pelo Progressistas, em setembro. Na mudança, perdeu o direito de manter cargos na 2ª vice-presidência da Casa, mas ganhou espaço na 4ª Secretaria. Juiz federal é ouvido por senadores na Comissão de Constituição de Justiça. Além da comissão, nome de indicado de Bolsonaro precisa ser aprovado pelo plenário do Senado.  -------------------------

Sport se junta à Ponte Preta no caso Ernandes e entra com ação no STJD contra o Ceará. A Macaca pede punição ao Goiás


O Leão se junta à Ponte Preta na tentativa de perda de pontos de Ceará e Goiás por escalação do lateral, suspeito de adulterar a idade; definição favorável à causa rubro-negra poderia evitar rebaixamento. Caberá à procuradoria do STJD decidir se leva adiante a denúncia e pede para retirar os pontos do Ceará. 

Pelo que foi apurado até agora, essa não é a tendência. Só muda se houver prova de que o Ceará ou o Goiás tiveram participação na falsificação dos documentos do jogador. 
Oito dias desde a queda do Sport pra Série B e o Presidente do clube, Arnaldo Barros, não deu uma entrevista. Agora quer ganhar a vaga na elite de volta pelas vias do tapetão, com uma ação que até o procurador do STJD já afirmou que não vai ter punição para os clubes, Goías e Ceará. 
Os dirigentes querem destroçar o coração dos torcedores com falsas esperanças de que vão seguir na elite do Brasileirão. Nenhuma desculpa, nenhuma satisfação. Só ilusões.

Comentários