Secretários de Saúde veem fracasso de Bolsonaro e Pazuello e também querem impeachment

Secretários estaduais de Saúde consideram que sucessivos vexames de Bolsonaro e Pazuello com as vacinas levaram a situação ao limite do suportável. Alguns gestores já apoiam pedido de impeachment do ocupante do Planalto.  Secretários de Saúde dizem ter chegado ao limite a paciência com o ministro Eduardo Pazuello e Jair Bolsonaro. Alguns falam que o único caminho daqui para frente é um pedido de impeachment do presidente.  Os gestores estaduais de Saúde não receberam nenhuma comunicação sobre o cancelamento da ida do avião brasileiro à Índia, após o fracasso das negociações feitas pelo próprio presidente com o governo indiano. Os secretários se queixam ainda de que não foram avisados sobre mudança no calendário de vacinação e veem o episódio como um vexame e um fracasso nacional.  Segundo o Painel da Folha de S.Paulo , gestores estaduais afirmam que o governo e o ministério estão completamente perdidos. Alguns deles só veem como solução para a tragédia sanitária o impeachment do presid

Reinaldo

Milan é multado em R$ 52 milhões e pode ser suspenso de torneios europeus

O Milan foi multado nesta sexta-feira, 14, em 12 milhões de euros (cerca de 52,8 milhões de reais) pela Uefa e poderá ser suspenso por dois anos das competições continentais por quebrar as regras de fair play financeiro. A decisão veio um dia depois dos italianos caírem na fase de grupos da Liga Europa para o Olympiacos, da Grécia, em derrota por 3 a 1. A Uefa afirmou que, se o clube italiano não conseguir colocar em ordem as suas contas relacionadas ao futebol até junho de 2021, será banido, também, das próximas competições europeias nas temporadas 2022/2023 ou 2023/2024. A multa é uma das maiores impostas pela Uefa desde a adoção das regras de fair play financeiro em 2014. Manchester City e Paris Saint-Germain já tiveram 20 milhões de euros (88 milhões de reais) retidos de premiações da Liga dos Campeões.
via Milan é multado em R$ 52 milhões e pode ser suspenso de torneios europeus — VEJA.com

Comentários

Questão