Prefeitura de Sorocaba indica "tratamento precoce", que infectologistas dizem ser ineficaz

O prefeito de Sorocaba ordenou a compra de R$ 57 mil em medicamentos que, segundo médicos infectologistas, não possuem eficácia contra a Covid-19. Esses medicamentos serão distribuídos nas UBS da cidade, informou o governo municipal. O prefeito Rodrigo Manga (Republicanos) usou uma portaria do Ministério da Saúde para justificar a compra.  A Sociedade Brasileira de Infectologia se pronunciou contra a recomendação de remédios para tratamento precoce pela ineficácia desses medicamentos e pela possibilidade de causarem efeitos colaterais.   Prefeitura de Sorocaba indica "tratamento precoce", que infectologistas dizem ser ineficaz / Twitter

Reinaldo

Fundador do MBL dá calote em faculdade e foge da Justiça

É assim que Alexandre figura no processo nº 1064799-70.2016.8.26.0100. O procedimento não corre sob segredo de Justiça, quer dizer que seu inteiro teor é público, como toda e qualquer ação judicial no Brasil que não está posta em sigilo.
Alexandre Henrique Ferreira dos Santos, um dos fundadores do MBL (Movimento Brasil Livre), é pessoa de paradeiro desconhecido e endereço incerto para a Justiça do Estado de São Paulo. Conhecido em seu meio como “Salsicha”, é um dos rostos mais populares de seu grupo liberal, ao lado do irmão Renan, do deputado federal eleito Kim Kataguiri (DEM-SP) e do vereador paulistano Fernando Holiday (DEM-SP), além do deputado estadual eleito  Arthur Duval “Mamãe Falei” (DEM-SP). 
Mas seu paradeiro e endereço são desconhecido e incerto, respectivamente, ao menos para a Justiça do Estado de São Paulo.

Comentários

Questão