Aécio chama Joesley de ‘criminoso’ e diz que ação da PF é ‘desnecessária’

Alvo da Operação Ross, deflagrada na manhã desta terça-feira, 11, pela Polícia Federal, o senador Aécio Neves (PSDB-MG) atacou o empresário e delator Joesley Batista, um dos sócios do Grupo J&F, que controla a JBS. A investigação coloca o parlamentar mineiro como líder de uma associação criminosa que teria como finalidade comprar apoio político para campanha presidencial de 2014
via Aécio chama Joesley de ‘criminoso’ e diz que ação da PF é ‘desnecessária’ — VEJA.com

Comentários