O senador Romário é suspeito de ocultar patrimônio e usar laranjas para escapar das dívidas milionárias

O pagamento de pensões era um grande problema para o senador em seus tempos de fama como jogador, mas hoje em dia isso não deveria ser algo que o incomodasse, pois os filhos estão todos criados e talvez uma ou duas filhas ainda dependam do pai.
O ídolo dos gramados sempre teve sucesso, fez fama e dinheiro. Com o fim da carreira, Romário entrou para política, primeiro se elegeu deputado federal e depois conquistou uma cadeira no Senado da República. A política no Brasil é cercada de desconfianças e os políticos quase na sua totalidade são suspeitos de um tudo.



Leia abaixo a matéria de O Globo e entenda o imbróglio:

Do Jornal O Globo

Marco Grillo e Thiago Prado



Acusado em processos judiciais de transferir bens a terceiros para não pagar dívidas com credores, o senador Romário (Pode-RJ) passou a colocar o próprio advogado como dono de parte do seu patrimônio. Luiz Sérgio de Vasconcelos Júnior, que entre 2017 e 2019 foi funcionário comissionado no Senado, foi autorizado, por meio de documentos…

A 'história plausível' de Fabrício Queiroz, o motorista milionário de Flávio Bolsonaro, não se sustenta diante dos fatos


O assessor e amigo da Família Bolsonaro movimentou mais de R$ 1,2 milhão em sua conta pessoal, mas mora numa casinha super humilde num beco na periferia carioca? Hum, ai tem, ou melhor, não tem acabamento e nem luxo para uma pessoa que tem tanto dinheiro. 

Resultado de imagem para fabricio queirozO cara movimentou uma fortuna a ser considerada na própria conta bancária. Manda um cheque de R$ 24 mil para a futura primeira-dama do país, mas mora numa casa extremamente humilde. 
É uma conta que não fecha e as evidências de que ele seria apenas um laranja num esquema que ainda será revelado são fortes. Bem relacionado, com vencimentos nada modestos (Polícia Militar e ALERJ), “renda familiar” (filhas e mulher assessoras parlamentares) interessante, mas que não justificam tanta gente fazendo depósitos na sua conta, e que registrou uma movimentação atípica entre depósitos e saques. Pelas imagens da sua residência ele se mostra uma pessoa bem humilde, morando numa casa de vila na Taquara, subúrbio do Rio de Janeiro, cujo aluguel não deve ultrapassar mil reais.

Comentários