AVON foi a primeira a fazer de Juliette sua Embaixadora #olhadenovo

Em Maio a campeã do ‘Big Brother Brasil 21′, Juliette Freire, de 31 anos, se tornou Embaixadora da marca Avon. Era o primeiro contrato dela pós reality show . Ela ainda estava se adaptando e comemorando o seu sucesso avassalador de engajamento.  O calendário marcava a data de 17 de Maio quando a marca de cosméticos Avon fez o anuncio que deixou os cactos eufóricos com a conquista da maquiadora paraibana, assim Juliette se tornou a nova estrela das campanhas publicitárias da marca. #EPJuliette, #Bença, #Doce, #DiferençaMara, #Vixequegostoso, #Benzim, #SeiLa #JulietteFreire, #juliettenaamericanas, #avonliette, #juliettenogloboplay, #HAVAINASDEJULIETTE, #JulietteELOccitane, #ACeADeJuliette, #BohemiadaJuliette,#juliettenaloccitaneaubresil, #BohemiadaJuliette, #JulietteNoHugoGloss, #BBB21, #TeamJuliette, #JuliettenaSAMSUNG, #JuliettenaSeara #TemporadaJulietteNoTVZ, #JuliettenaEstacio, #juliette, #MPN, #JulietteCriadora, #TVZJULIETTE, #JuliettenoMusicaBoa

Reinaldo

‘Não há a menor condição de levar adiante o projeto de anistia ao caixa 2’, diz Michel Temer – Retratos da Infancia

Presidente da República convocou coletiva de imprensa ao lado dos presidentes do Senado, Renan Calheiros, e da Câmara, Rodrigo Maia, para mostrar contrariedade do governo em relação ao assunto. Qualquer tentativa neste sentido será vetada, afirmou Temer.
Fonte: CBN - Política - 'Não há a menor condição de levar adiante o projeto de anistia ao caixa 2', diz Temer

O presidente Michel Temer afirmou que 'a voz das ruas será ouvida'. Temer afirmou em entrevista coletiva ao lado dos presidentes da Câmara e no Senado que há unanimidade entre os líderes do executivo e legislativo neste assunto. Ele afirmou que é impossível sancionar o projeto.
Em seguida, ao lado de Temer, Rodrigo Maia, voltou a afirmar que não se trata de uma anistia já que o crime ainda não é tipificado. Maia afirmou que debate dele com líderes sobre anistiar crimes 'nunca aconteceu'. Já Renan Calheiros, presidente do Senado, afirmou que essa matéria não é prioridade e que as matérias econômicas é que devem ser privilegiadas neste momento.
Ao falar sobre o episódio envolvendo o ex-ministro Geddel Vieira Lima, o presidente disse que colocar gravador no bolso é 'uma indignidade absoluta'. Ele falou estar pensando em pedir que o Gabinete de Segurança Institucional grave publicamente todas as audiências. Ele disse ainda que, após o episódio com o ex-ministro Marcelo Calero, espera fazer 'uma limonada institucional'.

Comentários

Questão