Juliette não esperava repercussão mas se divertiu com o pedido de tradução do Pokemón da Nintendo

Juliette colocou um ponto final no mistério e divulgou em Live no Instagram nesta quinta-feira (3) as datas e as cidades que devem receber os primeiros cinco shows de sua turnê, 'Caminhos' . As cidades escolhidas são do Nordeste e Sudeste do país, e já acontecem ainda neste de março. O local escolhido para o primeiro show, aquele que marca a estréia dela nos palcos acontece na cidade em que reside, o Rio de Janeiro, no dia 26 deste mês. João Pessoa, capital do estado natal de Juliette, Paraíba, também faz parte da rota da turnê no início de abril. Vitória, no Espírito Santo, e Recife, também terão shows da cantora. Muito se perguntou nas redes sociais após a divulgação sobre Campina Grande, apesar de Juliette não ter falado sobre isso, acreditamos que a Pitica deve estar reservando a cidade e o Parque do Povo para realizar o sonho de cantar no maior São João do mundo em Junho. Nas redes sociais, a paraibana celebrou o novo desafio, e convidou os fãs a conhecerem este “novo cami

Reinaldo

‘Não há a menor condição de levar adiante o projeto de anistia ao caixa 2’, diz Michel Temer – Retratos da Infancia

Presidente da República convocou coletiva de imprensa ao lado dos presidentes do Senado, Renan Calheiros, e da Câmara, Rodrigo Maia, para mostrar contrariedade do governo em relação ao assunto. Qualquer tentativa neste sentido será vetada, afirmou Temer.
Fonte: CBN - Política - 'Não há a menor condição de levar adiante o projeto de anistia ao caixa 2', diz Temer

O presidente Michel Temer afirmou que 'a voz das ruas será ouvida'. Temer afirmou em entrevista coletiva ao lado dos presidentes da Câmara e no Senado que há unanimidade entre os líderes do executivo e legislativo neste assunto. Ele afirmou que é impossível sancionar o projeto.
Em seguida, ao lado de Temer, Rodrigo Maia, voltou a afirmar que não se trata de uma anistia já que o crime ainda não é tipificado. Maia afirmou que debate dele com líderes sobre anistiar crimes 'nunca aconteceu'. Já Renan Calheiros, presidente do Senado, afirmou que essa matéria não é prioridade e que as matérias econômicas é que devem ser privilegiadas neste momento.
Ao falar sobre o episódio envolvendo o ex-ministro Geddel Vieira Lima, o presidente disse que colocar gravador no bolso é 'uma indignidade absoluta'. Ele falou estar pensando em pedir que o Gabinete de Segurança Institucional grave publicamente todas as audiências. Ele disse ainda que, após o episódio com o ex-ministro Marcelo Calero, espera fazer 'uma limonada institucional'.

Comentários

Questão