Prefeitura de Sorocaba indica "tratamento precoce", que infectologistas dizem ser ineficaz

O prefeito de Sorocaba ordenou a compra de R$ 57 mil em medicamentos que, segundo médicos infectologistas, não possuem eficácia contra a Covid-19. Esses medicamentos serão distribuídos nas UBS da cidade, informou o governo municipal. O prefeito Rodrigo Manga (Republicanos) usou uma portaria do Ministério da Saúde para justificar a compra.  A Sociedade Brasileira de Infectologia se pronunciou contra a recomendação de remédios para tratamento precoce pela ineficácia desses medicamentos e pela possibilidade de causarem efeitos colaterais.   Prefeitura de Sorocaba indica "tratamento precoce", que infectologistas dizem ser ineficaz / Twitter

Reinaldo

Guia: Hamburguerias atraem chefs em busca de bons negócios

Em busca de novidades ou de clássicos ainda desconhecidos, é valioso vez ou outra refazer uma rota paulistana —eis um bom momento para a das hamburguerias.

É que a despeito de um 2015 ruim para a economia, o ano foi bom para esse mercado. Ao menos seis casas foram abertas; em alguns casos, por grupos de alta gastronomia, restaurateurs ou chefs que se dobraram ao disco de carne.

O movimento não é novo. A graça é descobrir as casas que, entre aberturas e fechamentos, seguem fazendo parte do itinerário do bom hambúrguer.


Comentários

Questão