Após MP-GO recomendar que Estado e Município não recebam a Copa América, Caiado pode desmoralizar o COE e o próprio Secretário da Saúde

A matéria abaixo foi publicada pelo jornal O Popular mostra que o único estado da federação que tem um médico como governador desmerece as decisões técnicas de um comitê montado para emitir pareceres em casos como este e, pior do que isso, desrespeita o próprio secretário de saúde que também poderia opinar tecnicamente sobre o assunto. A política e a politicagem falaram mais alto no Palácio das Esmeraldas, a vontade do governo de Goiás em "fazer média" com o negacionismo do governo federal salta aos olhos daqueles que tem um mínimo de bom senso.  Matéria do Jornalista Alexandre Ferrari em O Popular: Documento assinado por promotores com atuação na área da saúde cita a alta taxa de ocupação dos leitos de UTI e enfermaria de hospitais destinados para tratamento contra a Covid-19 O Ministério Público de Goiás (MP-GO) enviou uma carta ao governador de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM), com a recomendação de que o Estado não seja sede da Copa América 2021 . O documento também foi encami

Reinaldo

@Reinaldo_Cruz @CopaFlavios Calçados e Esportes efine classificados no Setor Pedro Ludovico #ASBUG @Copa_aespl #GYNELETRO #VINODOESPORTE

Apostar fora de casa não pareceu charada para o Paraná. Tanto que o time tricolor já começou em cima do Goiás. Com possante marcação no meio-campo e toques envolventes no ataque, abriu o placar aos 13 minutos. Giancarlo recebeu pela direita, invadiu a área e bateu cruzado no canto, sem chance para Harlei. Tal qual o boxeador que não dá chance ao adversário, o Paraná ampliou a vantagem aos 21 minutos. Éverton Garroni desviou cruzamento de cabeça e, mesmo de costas, incidiu o canto direito de Harlei. O goleiro esmeraldino se esticou e até tocou na bola, mas não o suficiente para desviar sua trajetória. O ataque do Goiás era nulo, tanto que o Paraná seguiu em cima. Aos 32 minutos, Jefferson cabeceou e Harlei fez grande defesa. Seis minutos depois, Wellington encheu o pé e quase surpreendeu o goleiro rival, que novamente defendeu. No fim, Jefferson teve outra boa chance, mas parou no goleiro. Gol para matar esperança A etapa final começou com os mesmos traços do primeiro tempo. A primeira chance paranaense saiu aos dois minutos, quando Serginho arriscou o chute e Harlei fez a defesa. O Goiás, sem acertar o jogo, só levou perigo aos 14. Felipe Amorim pegou a sobra e bateu forte, mas Zé Carlos defendeu. Os goianos passaram a frequentar mais o campo de ataque. Aos 24 minutos, Diniz avançou pela esquerda e cruzou para Hugo, que chegou atrasado e não tocou a bola. O time parecia não ter pernas para conseguir o resultado. O Paraná respondeu de forma primorosa. Aos 29, Lima avançou pela esquerda e bateu para fazer o terceiro gol. Giancarlo teve a chance de transformar o placar em goleada, mas acertou a trave esquerda. Hugo, aos 32, tentou diminuir, mas ficou na defesa de Zé Carlos. Próximos Jogos Goiás e Paraná voltam a jogar no próximo sábado, pela sexta rodada da Série B. O time esmeraldino visita o Salgueiro, às 16h20, no Ademir Cunha, em Paulista. No mesmo horário, o Paraná enfrenta o Náutico, a poucos quilômetros dali, nos Aflitos, em Recife. //////////////////////////////////////////////// Neste Sábado 18 de Junho teremos a definição das equipes classificadas para as quartas de final da 26ª Copa Flávio's calçados e esportes.

Comentários

Questão