O ator e humorista Batoré morre em São Paulo

O ator e humorista Ivanildo Gomes Nogueira, de 61 anos, conhecido como Batoré, morreu nesta segunda-feira (10), em São Paulo. Ele estava com câncer. Batoré morreu na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Pirituba, Zona Norte da capital. "As informações médicas foram repassadas à família e a Secretaria Municipal de Saúde lamenta o ocorrido", diz nota da Prefeitura. Ivanildo nasceu em Serra Talhada, em Pernambuco, e se mudou para São Paulo ainda criança. Antes de se tornar ator, jogou futebol nas categorias de base em times paulistas. Com seu principal personagem, Batoré, Ivanildo integrou o elenco do programa " A Praça é Nossa ", do SBT. Em 2016, foi contratado pela Rede Globo para a novela "Velho Chico" em que fez o papel do delegado Queiroz. Batoré também foi vereador de Mauá, na Grande São Paulo, por dois mandatos pelo PP. Fonte: Batoré, ator e humorista, morre em SP | São Paulo | G1

Reinaldo

Paizão Joel Santana Gostou @Reinaldo_Cruz @Soccer_Brasil @Blogdozurc @Questao_Brasil @BUG_SPL #ASBUG

Ele puxa a vitória, diz jogador do Cruzeiro sobre Joel Santana Desde que chegou ao Cruzeiro, o técnico Joel Santana conquistou o carisma e a confiança do elenco. Na base da conversa, o treinador levantou a moral da equipe, que conseguiu sua primeira vitória no Campeonato Brasileiro neste sábado, ao derrotar o Coritiba por 2 a 1. O técnico Joel Santana em sua estreia pelo Cruzeiro O volante Leandro Guerreiro, que já trabalhou com Joel no Botafogo em 2010, destacou o poder de reação que o técnico transmite para os jogadores. "Falei com os companheiros que ele tem um peso, uma estrela e que puxa a vitória. Quando chegou no Botafogo, vínhamos de uma goleada histórica, por 6 a 0 para o Vasco. E o Joel mostrou trabalho, conquistou o grupo", disse. O jogador comentou também sobre o estilo de Joel à beira do campo. "É o estilo dele, diferente, de legítimo carioca. Temos que nos acostumar. Eu estou acostumado, porque já trabalhei com ele, mas quem não acostumou, devagar vai se acostumando". Já o goleiro Fábio destacou o lado calmo de Joel, de muita conversa com o elenco. "O Joel chegou para nos dar tranquilidade em um momento difícil. Com muita conversa, parando os treinos e conversando para corrigir o posicionamento, nos ajudou a ter tranquilidade dentro do jogo", afirmou. Fonte: Folha de S. paulo

Comentários

Questão