Estados articulam ofensiva para barrar proposta de parcelamento de precatórios

A perda de prestígio e credibilidade do governo leva o ministério da economia a tentar manobra para não repassar de uma vez os precatórios aos estados, e assim evitar que opositores tenham acesso a verba às vésperas do ano eleitoral. Jair Bolsonaro segue sua ofensiva contra a Democracia, instituições e o sistema de votação, ao tempo em que tenta asfixiar financeiramente possíveis adversários no pleito de 2022. A matéria do Estadão retrata este cenário: Os Estados se mobilizam numa ofensiva no Congresso para evitar o parcelamento dos precatórios devidos pela União, medida defendida pela equipe econômica para garantir a ampliação do programa Bolsa Família no ano que vem. Dos R$ 89 bilhões em dívidas judiciais previstos para o Orçamento de 2022, pelo menos R$ 16,6 bilhões têm governos estaduais como credores. Para os Estados, a PEC dos precatórios e o projeto que altera o Imposto de Renda são duas frentes lançadas pelo governo federal que fragilizam as contas dos governos regionais, com p

Reinaldo

Paizão Joel Santana Gostou @Reinaldo_Cruz @Soccer_Brasil @Blogdozurc @Questao_Brasil @BUG_SPL #ASBUG

Ele puxa a vitória, diz jogador do Cruzeiro sobre Joel Santana Desde que chegou ao Cruzeiro, o técnico Joel Santana conquistou o carisma e a confiança do elenco. Na base da conversa, o treinador levantou a moral da equipe, que conseguiu sua primeira vitória no Campeonato Brasileiro neste sábado, ao derrotar o Coritiba por 2 a 1. O técnico Joel Santana em sua estreia pelo Cruzeiro O volante Leandro Guerreiro, que já trabalhou com Joel no Botafogo em 2010, destacou o poder de reação que o técnico transmite para os jogadores. "Falei com os companheiros que ele tem um peso, uma estrela e que puxa a vitória. Quando chegou no Botafogo, vínhamos de uma goleada histórica, por 6 a 0 para o Vasco. E o Joel mostrou trabalho, conquistou o grupo", disse. O jogador comentou também sobre o estilo de Joel à beira do campo. "É o estilo dele, diferente, de legítimo carioca. Temos que nos acostumar. Eu estou acostumado, porque já trabalhei com ele, mas quem não acostumou, devagar vai se acostumando". Já o goleiro Fábio destacou o lado calmo de Joel, de muita conversa com o elenco. "O Joel chegou para nos dar tranquilidade em um momento difícil. Com muita conversa, parando os treinos e conversando para corrigir o posicionamento, nos ajudou a ter tranquilidade dentro do jogo", afirmou. Fonte: Folha de S. paulo

Comentários

Questão