scrolldelay="3000">

QB TV

Arquivo do blog

domingo, 15 de maio de 2016

Após 13 anos PT tem que se readaptar a condição de oposicionista

O afastamento de Dilma Rousseff decretado pelo Senado, marca o fim de uma era, o PT chegou ao poder cercado de desconfianças no início, mas com muita expectativa sobre o que o metalúrgico que virou presidente poderia fazer à frente do comando do país. Lula fez, se destacou lá fora, era o cara que conseguiu deixar embasbacado o homem mais poderoso do Mundo, sim, Barack Obama se rendeu ao carisma de Lula.

Nos anos Lula, o PT esteve no céu com seu mais ilustre filiado surfando em índices de popularidade que beiravam os 90% e muitos daqueles que hoje desdenham, diminuem e ridicularizam a figura do líder petista, se sentiam orgulhosos de estar ao seu lado ou quando recebiam atenção do político mais popular do Mundo.

As constantes "brigas", por conta de juros altos, com José Alencar entraram para o folclore da política nacional, Lula que antes de assumir a Presidência engrossava o coro dos descontentes com a economia, soube como poucos aproveitar o legado de governos anteriores, deixando tudo nas mãos de seu homem de confiança, Antônio Palocci, e do ex-tucano Henrique Meirelles que é ainda hoje o retrato da austeridade.

Agora que o Governo petista caiu, é fácil dizer que não há nada de bom, mas então porque ficou tanto tempo no poder?

A forma como esta findando o período do PT no governo, de forma melancólica, pode até sugerir aos desavisados que só teve ações nocivas ao Brasil, mensalão e corrupção, não é bem assim, o Brasil viveu dias de primeiro mundo, principalmente na área social.

O Senador Aécio Neves, tão suspeito quanto Lula em várias operações da PF em curso neste momento, comemora o fim de uma era, sem projeto para solucionar os problemas dos brasileiros, prefere entoar o grito dos modinhas de que os anos Lula foram prejudiciais a nação e que agora só sobrou a “herança maldita”, cercada de uma série de escândalos de corrupção, aos quais ele também é suspeito, nunca antes vistos na história brasileira.

A classe "C" emergiu, passou a ter poder de compra, emprego, e não era difícil ouvir alguém da classe "A" elogiando a capacidade de Lula e a prosperidade proporcionada pelo governo petista. Os tempos são difíceis, a estabilidade econômica conquistada desde o Governo de Itamar Franco acabou sendo colocada em risco, o que produziu um ato criminoso contra a Democracia, a maior conquista dos brasileiros desde o fim da ditadura militar.

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva viveu dias de héroi nacional, intelectual sem diploma sendo homenageado pelo Mundo com títulos de honores causa de várias Universidades pelo Mundo. A popularidade de Lula era tão grande que até os Tucanos o elogiavam, Aécio e FHC o chamavam de fenômeno, tamanho era o prestígio do ex-metalúrgico nos quatro cantos do Mundo.

Hoje o Brasil amarga os efeitos de equívocos administrativos das gestões de Dilma Rousseff, sim houve equívocos, mas as dificuldades dos últimos anos não pode ser alicerce para golpear a Democracia, a soberania do voto popular, pelo qual os brasileiros lutaram ferrenhamente para conquistar.

Mas nenhum percalço que estamos atravessando será capaz de apagar o legado de Lula e o período de prosperidade por que passou o Brasil nos últimos 13 anos.

Ninguém vive de brisa, as dificuldades na economia colocam a população em dificuldades e esse fator foi decisivo para que a mídia, o judiciário e o Legislativo brasileiro se unissem para de alguma forma extirpar Dilma e o PT do poder central do Brasil

Cai Dilma, assume Temer que vai precisar mostrar eficiência logo na largada, mesmo sendo um governo de transição precisará contar com o apoio de todos que querem ver solucionados os problemas gigantescos que temos para solucionar.

A crise política foi fator importante para que chegássemos até aqui, e os ditos representantes do povo precisam parar de pensar só em si e mais no povo para que nos recuperemos com rapidez.
Vamos virar essa página da história com coragem, respeitando a Constituição Federal e colocando o interesse público acima de tudo.

Pesquisar este blog

Seguidores