scrolldelay="3000">

QB TV

Arquivo do blog

terça-feira, 12 de junho de 2012

Após inquirir Perillo, PT pedirá quebra de sigilos @Reinaldo_Cruz @QBTV2 @QB_7 @assuntosdegoias @R49_

Marconi Perillo não fugiu de nenhuma pergunta na CPI
Em meio ao depoimento do governador de Goiás, Marconi Perillo (PSDB), à CPI que investiga o bicheiro Carlinhos Cachoeira, o líder do PT na Câmara, deputado Jilmar Tatto (SP), afirmou nesta terça-feira (12) que pedirá as quebras de sigilo bancário e fiscal do tucano. Contrariando o tom ameno dos questionamentos de petistas durante a sessão, ele afirmou que o oposicionista "falou, falou, falou, mas não disse nada" sobre suas relações com o contraventor. O depoimento começou às 10h30 dessa manhã e já dura quase cinco horas.

"Ele não explicou nada e seria muito importante que tivéssemos acesso aos sigilos fiscal e bancário do governador, não só aquele pedacinho que ele trouxe hoje", disse Tatto, em referência a documentos trazidos por Perillo datados do período em que vendeu uma casa por R$ 1,4 milhão. A dúvida da Polícia Federal e da CPI é se o dinheiro veio do empresário Walter Paulo Santiago ou do próprio Cachoeira, graças a um intermediário. A compra da casa, segundo Perillo, foi feita em três cheques, depositados na conta bancária dele e declarados em seu imposto de renda.

"O governador veio, fez um discurso bonito, mas vamos solicitar a quebra de sigilo. Ele teve seu momento para se explicar. Agora a CPI precisa de outras medidas para comprovar que ele não está dizendo a verdade. Ele diz que veio espontaneamente à comissão. Quero ver se ele abrirá seu sigilo espontaneamente", afirmou o líder petista, que, no entanto, não sugere a mesma medida para o governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz (PT), que falará na quarta-feira (13).

Pesquisar este blog

Seguidores