QB TV

Arquivo do blog

sexta-feira, 3 de junho de 2011

FIA confirma volta do GP do Bahrein @Reinaldo_Cruz #ASBUG #REINALDOPRESIDENTE

A corrida foi eletrizante do inicio ao fim, como muito tempo não se via na F1, ultra-passagens, acidentes e pegas fantásticos que no final representou mais um show do numero 1 da fórmula 1.Como o próprio piloto admitiu na conferência de imprensa, a bandeira vermelha foi um presente dos Deuses da velocidade, pois os comissários de prova permitiram a troca dos pneus. Vettel que naquele momento já estava quase descalço na pista, tinha que se defender dos ataques de Jason Button e Fernando Alonso.Com a quinta vitória em seis corridas, o alemão encaminha bem a conquista do bi-campeonato da Fórmula 1.O hino Alemão tem sido o mais executado a quase duas décadas na F1 e se as coisas seguirem seu fluxo natural, a dupla Vettel e projetista Adrian Newey podem escrever um longo capitulo na história do automobilismo. Depois de ser cancelado por conta de violentos protestos antigoverno, o GP do Bahrein está de volta ao calendário 2011 da F-1. Nesta sexta-feira, após uma reunião em Barcelona, a FIA (Federação Internacional de Automobilismo) confirmou a prova para o dia 30 de outubro. Confira o especial da F-1 "É uma ótima notícia para o Barhein, já que nosso país atravessou um período muito difícil e a estabilidade voltou", declarou o diretor do circuito de Sakhir, Zayed R. Alzayani. A nova data do GP do Bahrein coincide com o GP da Índia, que já foi transferido para dezembro --provavelmente dia 11. Assim, o GP Brasil, que encerraria a temporada, será a penúltima prova do calendário em 27 de novembro. Vista aérea do circuito de circuito de Sakhir, no Bahrein O GP do Bahrein estava marcado para ser a abertura do Mundial de F-1 em 13 de março. No entanto, em virtude dos protestos violentos a prova foi cancelada. Assim, a primeira prova da temporada foi realizada em Melborune, na Austrália, em 27 de março. Após seis etapas realizadas, o alemão Sebastian Vettel, da Red Bull, é o líder do Mundial de F-1, com 143 pontos, contra 85 do vice-líder Lewis Hamilton, da McLaren. A próxima etapa será o GP do Canadá, que está previsto para 12 de junho.

Pesquisar este blog

Seguidores